Dicas, Saúde

OMS alerta para o maior surto global de sarampo desde 2006

O atual surto de sarampo no Brasil é inegável e, segundo, o relatório publicado essa semana pela OMS (Organização Mundial da Saúde), ele é global e pode se tornar o maior desde 2006.

De janeiro a julho deste ano, foram registrados 364 808 casos da doença em 181 países. O número é três vezes maior que o registrado no mesmo período em 2018. O dado se torna ainda mais agravante, pois, segundo a OMS, cerca de um caso em cada dez são notificados para a instituição. Ou seja, o número pode ser ainda maior.

O continente que mais registrou aumento de casos foi a África com 900% a mais. Apenas o leste da Ásia e a região das Américas apresentam uma redução em relação a 2018. No entanto, a situação do Brasil é preocupante, entre 5 de maio e 3 de agosto, 907 novos casos foram registrados. Segundo o Ministério da Saúde, eles se concentram em três estados: Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo.

O principal fator contribuinte para o surto é a baixa vacinação. Em 2017, apenas 79% do público alvo foi vacinado. Para que surtos sejam evitados, o ideal é a vacinação de 95%. Segundo a OMS, em 2018, apenas 69% das crianças ao redor do mundo receberam segunda dose da vacina.

No estado de São Paulo, há uma campanha de imunização para jovens de 15 a 29 anos. A meta é imunizar 2,9 milhões de indivíduos, mas apenas 47 mil foram alcançados até agora. É importante que quem não tem certeza se já é imunizado procure o mais rápido possível uma unidade de saúde para atualizar sua carteirinha.

 

Aline Fatima – Redação +QV Fit 

You may also like...